em

Vice-prefeito de Horizontina comemora ampliação da fábrica da John Deere

O vice-prefeito de Horizontina, Jones da Cunha, disse que a cidade está comemorando a confirmação da ampliação da fábrica da John Deere. Atualmente, são dois mil empregados e o investimento, anunciado pelo presidente Paulo Hertmann, dá tranquilidade para os horizontinenses, que viviam com a constante ameaça de a multinacional americana transferir a planta para outra cidade, como aconteceu em 2008 com a fábrica de tratores, que foi para Montenegro, tirando 715 empregos locais. 

O investimento, que segundo a assessoria de comunicação do deputado estadual Ernani Polo (PP) deve chegar a R$ 100 milhões, está em fase final de estudos de acordo com o plano que orienta os novos produtos que a marca americana lançará nos próximos cinco anos. Atualmente, são produzidos três modelos de plantadeira e sete de colheitadeira. 

A ampliação, que será 90% voltada para o mercado interno e o restante para exportações, depende apenas de um acordo com o governo do Estado para a construção de um novo acesso à fábrica. A John Deere negocia uma compensação tributária para assumir os custos da obra, de 10 quilômetros. 

Conforme Cunha, a empresa já adquiriu uma nova área no distrito industrial da cidade para as áreas de logística, expedição e recebimento de matérias-primas. 

– Estamos comemorando o resultado positivo da negociação que iniciou em 2017, embora a notícia ainda seja preliminar. Dentro daquilo que era possível, nós buscamos a manutenção da empresa em Horizontina, pois a John Deere representa 90% do ICMS do município. Agora, com a ampliação da fábrica vamos ter mais emprego e investimentos em Horizontina – ressaltou Cunha

Além disso, Cunha contou que a empresa deverá erguer na cidade o Museu da Soja, com investimento de cerca de R$ 20 milhões, onde antigamente funcionava a fábrica da SLC, adquirida pela multinacional. 

Fonte: Rádio Colonial

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Loading…

0

Comentários

0 comentários