em

Gírias e dialeto que só gaúchos falam

“Bah”, “tchê”, “mate”, “barbaridade” e “guri” são palavras que (quase) todo mundo conhece e até usam no dia a dia. Mas, você sabe o que significa “guapo”, “pandorga”, “vareio” e “posteiro”? 

Então se liga nesse dicionário “gauchês” com os principais termos gaúchos e seus significados, além dos nomes dos cargos oficiais de um verdadeiro CTG (Centro de Tradições Gaúchas)! 

Dicionário Gaúcho — Foto: Arte RPC

Dicionário Gaúcho — Foto: Arte RPC 

Dicionário Gaudério (gauchês)/português

Abagualado – grosseiro, rude, inculto, rústico, abrutalhado, viril 

Abichornado – desanimado, triste, doente, amoado 

Ala-putcha-tchê – interjeição de surpresa 

Arreganhado – exibido 

Atucanado – preocupado 

Arrancar-se – sair logo, rapidamente 

Bah – Interjeição que vale para quase tudo, dependendo da entonação, pode ser usado como surpresa, rejeição, aprovação, admiração 

Barbaridade – designa admiração, espanto, surpresa, estupefação 

Balaqueiro – conversa-mole, papo-furado, gesto, atitude exibicionista, firula 

Bergamota – tangerina, mexerica 

Biriva – habitante de cima da Serra, tropeiro que oriundo do Paraná 

Chasque – convite, aviso, recado, carta 

China, Chinoca – mulher campeira que apresenta certos caracteres étnicos das mulheres indígenas 

Campeando – procurando 

Dar um laço – enrolar, bater em alguém 

Em cima do laço – com pressa, apressado, com pouco tempo 

Entrevero – briga generalizada, Mistura, Também é um prato típico 

Espraiar – se jogar, espalhar 

Faixa – estrada, asfalto 

Fandango – qualquer tipo de baile, festa ou divertimento 

Farroupilha – os do partido nativista que, antes da revolução de 1835, já se batiam pela brasilidade na administração da então província 

Floreio – ato de florear, isto é, de fazer algo além do esperado com habilidade e destreza, enriquecendo e deixando mais belo o que se está fazendo 

Fatiota – bem vestido, paletó, terno 

Ginete – aquele que é bom cavaleiro, que monta bem, com firmeza e elegância, domador 

Guaipeca – cão pequeno, sem raça definida, vira-lata. 

Guasca – homem rústico, valente, forte, guapo, grosseiro, rude 

Guaiaca – cinto com bolsos feito de couro usado na pilcha 

Guaíba – lago localizado em Porto Alegre que chamam de rio 

Gringo – como são chamados os descendentes de italianos 

Guapo – forte, bonito 

Indiada – vários homens 

Lomba – ladeira, morro 

Matungo – cavalo velho, ruim, sem préstimo 

Mongol, Mongolão – abobado, burro 

Mosquear, moscão – distrair, distraído 

Minuano – vento frio comum nos meses de inverno 

Negrinho – brigadeiro 

Nó nas tripas – cólicas estomacais 

Ôigale – expressão de espanto, alegria 

Paleta – ombro, parte superior das costas 

Pandorga – pipa, papagaio 

Pilcha – indumentária típica completa do gaúcho e gaúcha 

Pingo – cavalo bom, vistoso, fogoso, bonito e corredo 

Pechada – batida, acidente 

Peleia – briga, disputa 

Quebra-mola – lombada 

Querência – terra natal 

Rincão – porção de campo bem protegido rodeado de matos, rios, arroios ou quaisquer acidentes naturais, onde os animais podem pastar em segurança. 

Se arriar – tirar sarro, fazer graça 

Sinaleira – farol, sinal, semáforo 

Surra de relho – bater, punir 

Taipa – muro feito de pedras sem cimento ou argila 

Talagaço – de uma vez só 

Tordilho – pelagem ou cor de pelo de cavalo com fundo branco mesclas de outras cores, grisalho 

Tri – prefixo utilizado para aumentar as coisas 

Trampa/Tramposo – Armadilha, traiçoeiro 

Trova/trovador – Mentira, história aumentada, mentiroso 

Vazio – carne de gado conhecida como fraldinha 

Vareio – vencer com vantagem 

Xis – Sanduiche, uma variação mais reforçada do hambúrguer

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Loading…

0

Comentários

0 comentários